Arquivo da categoria: Nubank

Golpe de R$ 12 mil – Cliente enviou foto com RG após receber ligação de suposto funcionário do Nubank; criminosos fizeram empréstimo na NuConta

Os golpes que usam o Nubank como isca não ocorrem só na internet: um cliente de 46 anos em Americana (SP) recebeu ligação de um “funcionário” pedindo que enviasse uma foto com RG, pois estariam tentando acessar a conta dele. Então, criminosos fizeram um empréstimo e duas transferências na NuConta, causando prejuízo de aproximadamente R$ 12 mil.

Em 21 de janeiro, o homem recebeu uma ligação via celular de um suposto funcionário do Nubank: ele alegou que precisava de uma foto com RG para atualizar o cadastro, pois o sistema estava com erros e alguém tentou acessar sua conta. O cliente nem desconfiou e enviou a imagem.

Então, na noite de terça-feira (18), o Nubank disse ao cliente que alguém fez um empréstimo de R$ 12 mil na NuConta. Então, esse dinheiro foi transferido para contas diferentes em duas TEDs, uma de R$ 6,3 mil e outra de R$ 5,5 mil. Ele não autorizou nenhuma dessas transações.

O homem recorreu à CPJ (Central de Polícia Judiciária) para que o golpe seja investigado. O caso foi relatado pelo TodoDia e O Liberal, dois jornais locais de Americana, com base no boletim de ocorrência da Polícia Civil.

Nubank diz que devidas providências foram tomadas

Em comunicado, o Nubank afirma que o caso foi tratado diretamente com o cliente e todas as devidas providências foram tomadas. “O tipo de atividade relatada pelo cliente é crime e sempre iremos colaborar com as autoridades competentes para investigar e coibir ações como esta”, diz a empresa.

A fintech também explica que “em nenhuma hipótese fazemos ligações para clientes solicitando o envio de fotos, e nunca pedimos para que os clientes nos mandem seus documentos ou outras informações sensíveis por e-mail”. O envio, quando solicitado, é feito somente através do aplicativo.

Nubank – Banco digital recebe investimento de US$ 400 milhões e já vale mais de US$ 10 bilhões

O Nubank continua crescendo em um ritmo impressionante. A fintech confirmou nesta sexta-feira, 26, que recebeu um novo investimento no valor de US$ 400 milhões, que coloca o valor total da companhia na casa dos US$ 10,4 bilhões, sendo a primeira empresa brasileira a superar a marca dos 10 bilhões por meio de rodadas fechadas de investimentos.

O novo aporte foi coordenado fundo TCV, dos Estados Unidos, que já possui participação em empresas gigantescas do Vale do Silício, como Facebook, Netflix e Airbnb. É a primeira vez que o grupo investe em uma empresa latino-americana, e a ação foi providencial, fazendo com que o Nubank se tornasse a startup mais valiosa da América Latina.

O Nubank está em fase de franca expansão, e o capital ajudará a empresa a manter seu ritmo de ampliação da base de clientes e penetração em outros países. A empresa já possui escritórios no México, onde a oferta de serviços deve começar ainda neste ano, e na Argentina, onde a previsão de lançamento é para 2020.

Além da expansão internacional, o Nubank tem ampliado consideravelmente sua gama de serviços nos últimos anos. A empresa nasceu com seu cartão de crédito sem tarifas, mas aos poucos foi diversificando suas opções: logo surgiu o programa de pontos do cartão, a NuConta, investimentos e empréstimo pessoal. Também é aguardado que dentro de pouco tempo a companhia confirme o lançamento de uma conta digital para empresas.

O Nubank é parte de uma lista bastante restrita de startups brasileiras a receberem o título simbólico de “unicórnio”, como são conhecidas no jargão do Vale do Silício as startups com valor de mercado superior a US$ 1 bilhão. Ao revelar o negócio, o Wall Street Journal chegou a inovar na linguagem, chamando o Nubank de “decacórnio”, que seriam os unicórnios de mais de US$ 10 bilhões.